sexta-feira, 23 de julho de 2010

De volta ao passado


Recentemente estive em Belém do Pará, minha terra natal, passando alguns dias de férias, quando aproveitei a oportunidade para rever familiares e amigos

Minha irmã, Helena, entregou-me uma foto antiga minha, quando eu tinha onze anos e estudava o primário no Grupo Escolar D. Pedro II, época que sequer sonhava que Gurupi existia. Quem diria que anos mais tarde, lá pelos idos de 1983, eu me mudaria de malas e cuia para essa simpática cidade tocantinense?

Pela foto de infância é perfeitamente possível notar que já naquela época eu apresentava certo charme, coisa que veio se consolidar anda mais na minha fase adulta.

Minha ida à Belém foi, entre outras coisas, uma verdadeira viagem no tempo. Todos queriam me mostrar as novidades dessa metrópole ou o que ainda do passado continua preservado.

Não faltaram aquelas pessoas que faziam questão de me mostrar fotos antigas minhas, para fazer uma comparação entre passado e presente.

Sinceramente, devo confessar que não sei se por bondade ou por pena, mesmo, por várias escutei que eu “não havia mudado nada”. Até um primo que não via há mais de 25 anos perguntou-me se eu havia tomado gotas de formol, já que, segundo ele, apesar da minha idade, eu “estava bem conservado”.

Por derradeiro, fui levado a um animado baile onde o destaque musical era o tecnobrega, com direito a ter minha “presença ilustre” devidamente registrada pelo disc jockey como “grande personalidade do Estado do Tocantins”. É mole?

Mas, brincadeiras à parte, foi uma viagem deveras interessante e que pretendo repetir por mais vezes e com intervalos menores, pois valeu a pena.

2 comentários:

citadinokane disse...

E depois de volta para o futuro, né?!
abraços

lilia diniz disse...

AS MEMÓRIAS DA INFANCIA... AI DE NÓS SE NÃO FOSSEM ELAS PARA SALVAR DO QUE NOS TORNAMOS...